sábado, 23 de abril de 2011

A Grande Idéia de Deus

                    

“Essa agora é carne da minha carne e osso do meus ossos”...(Gn 2.24).

Sexualidade é um assunto extremamente polêmico nos dias atuais. É a causa de muitos problemas conjugais, inclusive entre os cristãos. Mas Deus gosta de ver seus filhos aproveitando a bênção do sexo. Nossos corpos, com seus órgãos sexuais, foram criados para realmente usufruir bastante prazer. E é importante que o casal entenda a importância disto e que possa dialogar conversar, a fim de contornar os possíveis obstáculos. Deus disse que o ato sexual é uma relação de bênção. Então, por que não ter essa experiência no casamento?“Sexo é um olhar tranqüilo e significativo. É a inesperada entrega de rosas durante o dia, é um riso na noite. Sexo é vida, não toda a vida, mas está inserido em seu significado. Ó Deus, sexo é uma boa dádiva para enriquecer a existência e obedecer à ordem da multiplicação. É a personificação da experiência: uma só carne
Vivendo numa sociedade de extremos, em que ora vulgariza o sexo ora o conserva em tabu, temos dificuldade em desfrutá-lo até mesmo no casamento. Nele, o sexo é capaz de conduzir a relação aos mais elevados níveis de satisfação e estabelecer vínculos psicológico e espiritual únicos.
A relação entre a necessidade de amor e de respeito no relacionamento conjugal tem tudo a ver com o tipo de casamento que você terá. E à medida que ambos teimam em desrespeitar essa lei básica da convivência do casal, dão vazão ao que  denomina –mos ciclo insano, que, sem dó nem piedade, destrói a harmonia conjugal.

Rispa uma testemunha silenciosa

Apesar de  ter pouco ou nenhum controle sobre sua própria vida, Rispa ainda conseguiu manter seu senso de dignidade. ✽ Rispa, concubina d...